Loading...
 
Mestres do Sufismo — Farid al-Din Muhammad ben Ibrahim, conhecido como Attar o "perfumista" (1142-1220)

Biografia e bibliografia


Wikipedia: Inglês, Francês

Sua biografia é controversa, para alguns parece não ter nunca deixado sua cidade natal a noroeste do Irã, onde morreu, quando ele ainda era criança o grande poeta Omar Khayyam. Para outros, nasceu em Nichapour na época dos últimos Seldjoukides. Viveu treze anos em Meched, depois viajou muito pelos países muçulmanos, encontrando religiosos e místicos, na busca de um conhecimento mais profundo do sufismo. Estudo a arte médica.

Xiita, embora não pertencendo a nenhuma confraria religiosa, os sunitas o perseguiram acusando-o de heresia por um de seus poemas que louvava Ali e seus imãs; seu livro foi queimado e sua casa pilhada. Conseguiu por pouco se livrar da morte acabando seus dias em total retiro do mundo.

Attar faz parte deste grupo de místicos muçulmanos que não se associando a nenhum mestre vivo, buscavam a verdade em si mesmos, guiados por um anjo iniciador.

Dentre seus escritos destacam-se:

Nas palavras de Rumi: "Enquanto Attar percorreu pelo amor divino as sete cidades, eu Rumi, caminho ainda nos meandros de uma pequena ruela."

Estudos e estudiosos:

Excertos:

Online Users

1 online user

Responsável

Murilo Cardoso de Castro
Doutor em Filosofia, UFRJ (2005)