Carregando...
 
id da página: 6502 TEMPORALIDADE
TEMPOPASSADO PRESENTE FUTURO — TEMPORALIDADE

VIDE: PASSADO, PRESENTE, FUTURO; TEMPORALIZAÇÃO

FILOSOFIA
Heidegger: TEMPORALIDADE

Reiner Schurmann: MESTRE ECKHART OU A ALEGRIA ERRANTE. Tradução anotada de Antonio Carneiro.

Esse mesmo parágrafo (segundo parágrafo do SERMÃO II) estabeleceu um elo entre o que Eckhart chama o apego, e a temporalidade. O homem apegado às coisas está disposto entre um antes e um depois, habita a duração, enquanto que o desapego é uma questão de «este atual agora» (que dizem "gegenwertigen nû"). O homem desapegado habita o instante. Depois é uma questão de «o que faço ou não faço», isto é das obras. As obras são colocadas em paralelo com as representações intelectuais: para umas e para outras pode-se considerar como a uma propriedade. Ter uma cultura, empreender obras: uma e outra fazem obstáculo tanto quanto esta cultura e essas obras são adquiridas ou executadas na duração, isto é projetadas, realizadas, possuídas. O «antes» de uma obra é seu projeto (mais adiante se encontrará a expressão «obras premeditadas»), o «depois», sua recompensa. Projeto e recompensa são marcas de propriedade e não podem ser conformes à «vontade muito amada de Deus». A duração é o modo de temporalidade correspondente ao apego.

A temporalidade do desapego, o instante, aniquila o projeto tanto quanto a recompensa. Não é senão ele próprio. Qualquer que seja minha ciência e quaisquer que sejam minhas obras, se nesse instante atual onde me entrego eu disponho como se não dispusesse disso, se sou livre e acessível à seu olhar como se estivesse na origem, então sou verdadeiramente desapegado. É em «esse agora» sempre novo que sobrevém e se verifica o desprendimento.

GURDJIEFF: O ENTENDIMENTO RELATIVO DO TEMPO
A principal particularidade do processo do fluxo de Tempo na presença de surgimentos cósmicos de várias escalas consiste nisto, que todos o percebem da mesma maneira e na mesma sequência.
[...]
O processo do fluxo de Tempo tem sua sequência harmoniosa, e esta sequência decorre da totalidade de todos os fenômenos cercando-os.

A duração do processo do fluxo de Tempo é geralmente percebida e sentida da mesma maneira por todos os pré-citados Indivíduos cósmicos e pelas já completamente formadas e assim chamadas unidades "instintivizadas" mas só com essa diferença que decorre da diferença nas presenças e estados, no dado momento, destes surgimentos cósmicos.

Embora para indivíduos separados existindo em qualquer unidade cósmica independente, a definição do fluxo de Tempo não seja objetiva num sentido geral, no entanto, para eles mesmos adquire um sentido de objetividade posto que o fluxo de Tempo é percebido de acordo com a completeza de suas próprias presenças.


Dispositivos móveis

Online Users

1 usuário on-line

Responsável

Murilo Cardoso de Castro
Doutor em Filosofia, UFRJ (2005)
Mostrar mensagens de erro do PHP