Carregando...
 
id da página: 3953 ESCRITOS E REGISTROS
GURDJIEFF — ESCRITOS E REGISTROS

Gurdjieff, exceto por um panfleto, ARAUTO DO BEM VINDOURO, que produziu visando obter fundos para publicação de sua obra maior RELATOS DE BELZEBU, teria escrito uma trilogia denominada «DO TODO E DE TODAS AS COISAS». No mais o que se tem são registros de suas reuniões com seus seguidores, dos quais se destaca os FRAGMENTOS DE UM ENSINAMENTO DESCONHECIDO, além de um grande ANEDOTÁRIO, distribuído por uma vasta literatura secundária produzida em grande parte por seus seguidores imediatos.

Relatos de Belzebu, como ficou conhecida sua primeira série de livros, é incontestavelmente muito difícil de ser lido, e quanto mais compreendido. As exigências sobre o leitor são de toda ordem. Para se entender algo das razões deste trabalho consciente e sofrimento voluntário do autor e, por conseguinte, de seu leitor, convém ler e reler as seguintes colocações do próprio G:

Ter em mente que como G explica, embora soe bombástico: «Tudo escrito de acordo com inteiramente novos princípios de raciocínio lógico». Neste sentido é conveniente se referir ao RELATOS DE BELZEBU - CAPÍTULO I, onde G discute a sua dificuldade de escolher em que língua escrever, assim como sua explicação dos tipos de mentação.

Dispositivos móveis

Online Users

1 usuário on-line

Responsável

Murilo Cardoso de Castro
Doutor em Filosofia, UFRJ (2005)
Mostrar mensagens de erro do PHP