Carregando...
 
id da página: 1977 FRANZ VON BAADER
THEOSOPHIA — FRANZ VON BAADER

BIOGRAFIA E BIBLIOGRAFIA
Filósofo da época do Romantismo alemão, século XIX, em relação com os principais filósofos de sua época, que o admiravam ou criticavam, mas que após sua morte veio a ser progressivamente esquecido. Foi seguidor do pensamento de Jacob Boehme e de Louis-Claude de Saint-Martin. Antoine Faivre, pesquisador da Sorbonne do esoterismo no Ocidente, lhe dedica ensaios e muitas páginas em sua obra em dois volumes, onde desenvolve uma retrospectiva do Esoterismo Ocidental (Antoine Faivre - ACCÈS À L'ÉSOTÉRISME OCCIDENTAL).

Eis a breve notícia de Baader dada por Antoine Faivre em seu livro "O esoterismo" (Papirus):
Um teósofo de Munique, Franz von Baader (1765-1841), domina de sua estatura elevada o esoterismo romântico, decerto também o de todo o século XIX. Se é um dos que suscitaram o surgimento da Naturphilosophie na Alemanha {Beiträge zur Elementarphysiologie, 1797; Über das pythagoräische Quadrat in der Natur, 1798), esta só representa contudo um aspecto de sua obra. Aspecto importante, pois tão afastado do "naturalismo" schellinguiano quanto do "idealismo" hegeliano. Baader não cessa de afirmar entre os dois uma posição rica de tensões filosóficas fecundas. "Böhmius Redivivus", como é chamado, Baader assume um lugar entre os grandes hermeneutas dos escritos de Böhme, mas seu discurso extremamente especulativo é desprovido do fulgurante sopro profético, tão característico dos teósofos barrocos, do qual se percebem ainda alguns tons em Louis-Claude de Saint-Martin. Deste também comenta longamente as obras, delas se nutre, mas ao mesmo tempo com um certo distanciamento, pois separa-os a importância atribuída por Baader à Natureza e à alquimia. Temas como o andrógino, a Sofia, as quedas sucessivas, o magnetismo e o amor, são em suas obras o objeto de um tratamento ao mesmo tempo original e tradicional, que representa uma "súmula" de tudo o que é essencial no esoterismo cristão (cf. por exemplo Fermenta cognitionis, 1822/1825). Baader não é apenas um homem de gabinete: mineralogista, é também, com a senhora de Krüdener, um dos inspiradores do projeto original da Santa Aliança na época em que Alexandre I pende para a mística e para o esoterismo, e sua voz é ouvida na Europa nos meios do catolicismo liberal.


WIKIPEDIA: Alemão

Escritos e estudos na Internet
Além do conhecido estudo de Eugène Susini, publicado há muitos anos pela editora Vrin ("FRANZ VON BAADER ET LE ROMANTISME MYSTIQUE"), recentemente foi feita uma publicação da tradução de Susini, de um conjunto importante de escritos de Baader, intitulado "FERMENTA COGNITIONIS". Deste livro apresentamos alguns extratos abaixo. VEJA TAMBÉM OS ESTUDOS E TRADUÇÕES DO DR. J. GLENN FRIESEN

Recomendamos também livro de Ramón J. Betanzos: FRANZ VON BAADER'S PHILOSOPHY OF LOVE

Excertos e estudos:

Dispositivos móveis

Online Users

1 usuário on-line

Responsável

Murilo Cardoso de Castro
Doutor em Filosofia, UFRJ (2005)
Mostrar mensagens de erro do PHP