Carregando...
 
id da página: 1700 DEVOTIO MODERNA - IRMÃOS DA VIDA COMUM
ECKHART SEGUIDORES — DEVOTIO MODERNA - IRMÃOS DA VIDA COMUM

WIKIPEDIA: Español, Français, English

BRITANNICA

Segundo Mircea Eliade, História das Crenças e das Ideias Religiosas: Gerhart Groote (1340-1384), iniciador de um novo movimento ascético, os Irmãos da Vida Comum, não se interessava absolutamente pelas especulações e experiências místicas. Os membros das comunidades praticavam o que se chamou a devotio moderna, um cristianismo simples, generoso e tolerante, que não se afastava da ortodoxia. O fiel era convidado a meditar sobre o mistério da Encarnação, tal como o reatualiza a eucaristia, em vez de entregar-se às especulações místicas. No final do século XIV e durante o século XV, o movimento dos Irmãos da Vida comum atraiu um grande número de leigos. Trata-se ainda da necessidade geral e profunda de uma devoção acessível a cada um que explica o excepcional êxito da Imitação de Cristo, escrita por Tomás de Kempis (1380-1471).

Ainda há divergências quanto ao significado e à importância desse movimento pietista. Certos autores consideram-no uma das fontes das reformas, sejam elas a humanista, a católica ou a protestante. Embora reconhecendo que, em determinado sentido, a devotio moderna antecipou e acompanhou os movimentos de Reforma do século XVI, Steven Ozment observa com justeza que "a sua principal realização é a renovação do monaquismo tradicional às vésperas da Reforma. A devotio moderna demonstrou que o desejo de viver uma vida comunitária simples, de abnegação, imitando Cristo e os apóstolos, estava tão vivo no fim da Idade Média quanto o fora na Igreja primitiva".

Escritos na Internet


Recomendo o excelente livro: DEVOTIO MODERNA

Excertos e estudos:


Dispositivos móveis

Online Users

1 usuário on-line

Responsável

Murilo Cardoso de Castro
Doutor em Filosofia, UFRJ (2005)
Mostrar mensagens de erro do PHP