Carregando...
 
id da página: 2376 Cultores do Sufismo
Sufismo — Cultores

Usamos um termo incomum para nos referir àqueles que se encantam com a tradição sufi e dedicam suas vidas a estudá-la e cultivá-la, algumas vezes de um ponto de vista puramente acadêmico, "guardando certa distância", mas em muitos casos se apropriando do ensinamento, no sentido de tornando-o próprio.

Há três maneiras pelas quais Sufis são Sufis e não outra coisa. A primeira podemos chamar teoria, ou a total visão conceitual que um Sufi tem em se relacionando ele mesmo à realidade. Alguns Sufis pensam sobre a realidade última como Amor, outros como o Real, e outros se contém de ser tão sistemáticos, mas todos sabem que pensam na mesma coisa. A teoria Sufi é o conhecimento que um Sufi tem sobre a natureza das coisas. É um relato ou descrição que pode ser ensinado. Segundo, há a prática dos Sufis, que em todos os casos é a arte da lembrança de Deus (dhikr Allah) em todos seus modos, da fundação da tradição revelada (shariah) e do cultivo das virtudes. Como uma disciplina formal, também pode ser ensinada e passada adiante. Finalmente, há o que se pode denominar experiência ou realização, que é o que o Sufi descobre como um resultado de tomar o que sabe sobre a natureza de Deus e a natureza do homem e acoplar isto com o método transmitido a ele pela tradição. O desejo e a vontade para praticar a vida espiritual não pode ser ensinado, nem pode se pode encontrar o fruto da vida espiritual em livros. É significante que um nome comum dado por Ibn Arabi aos Sufis seja muhaqqiq ou “pessoa que realiza”. (Carner K. Dagli, Prefácio a sua tradução e comentário da Sabedoria dos Profetas de Ibn Arabi)


Certamente a lista de “cultores” do Sufismo, que se segue, é diminuta, e retrata uma escolha subjetiva, fruto em grande parte do contato com a produção literária de alguns destes pensadores. Destacamos em primeiro lugar os Perenialistas, que quase todos foram “iniciados” no Sufismo, em seguida entre os acadêmicos que dedicaram suas vidas ao estudo da tradução sufi, sobressai o nome de Henry Corbin, e de outros que foram considerados na apresentação dos mestres desta tradição, como Ibn Arabi, Jalaluddin Rumi, Attar e outros (vide Sufismo).

Alguns nomes:

Dispositivos móveis

Online Users

1 usuário on-line

Responsável

Murilo Cardoso de Castro
Doutor em Filosofia, UFRJ (2005)
Mostrar mensagens de erro do PHP