Carregando...
 
id da página: 3963 Epístolas Teosóficas
Jacob Boehme — Epístolas Teosóficas

Correspondências escritas entre 1618 e 1624, início do século da Guerra dos Trinta Anos. Segundo Bernard Gorceix, seu editor e tradutor francês, a leitura das epístolas do "Teutônico" — como Boehme assinou estas correspondências —, originalmente feita por seus primeiros discípulos foi determinante para sua guarda e posterior edição como fundamental na apreensão de seu pensamento já consagrado em alguns livros como seu primeiro escrito Aurora. Estas epístolas não partem de uma intenção filosófica ou teológica, aqui fala o grande mestre espiritual, não metafísico, nem o comentador do Mysterium Magnum. "O discurso sobre a história do homem e de Deus e do mundo está presente: transborda, surge a todos os momentos, com mais e mais força à medida que avançamos no tempo, à medida que o autor compõe seus tratados que, em uma síntese mais e mais vigorosa, abordam e solucionam as únicas grandes interrogações" (Bernard Gorceix, Les Épitres Théosophiques, pág. 44-45).

Excertos:


Dispositivos móveis

Online Users

1 usuário on-line

Responsável

Murilo Cardoso de Castro
Doutor em Filosofia, UFRJ (2005)
Mostrar mensagens de erro do PHP